voltar

NOTÍCIAS & ARTIGOS

Inovação na Indústria de Alimentos.

Inovação na Indústria de Alimentos.

Repense

FEV | 2021

Repense

Um recorde de US$ 8,4 bilhões foi investido em tecnologia de alimentos em 2020 (Finistere Ventures, 2020). Startups inovadoras implantaram Inteligência Artificial (IA), automação e edição de genes para oferecer soluções para desafios globais e individuais, como agricultura sustentável e nutrição personalizada.

Identificamos 6 tendências de novas tecnologias para a indústria de alimentos que atrairão a atenção dos consumidores em 2021.

1. Saúde Ultrapersonalizada:

Aplicativos como o Wellory (EUA) oferecem serviço de assinatura de nutrição, disponibilizam suporte a consumidores que buscam uma alimentação saudável, com planos de nutrição personalizados elaborados por um nutricionista profissional e também planos de exercícios.

O varejo também acompanha essa tendência. A canadense Loblaws opera um aplicativo semelhante, que combina conselhos de saúde personalizados com cupons de recompensa quando os usuários atingem metas preestabelecidas.

No Reino Unido, o aplicativo de saúde JollyGut utiliza Inteligência Artificial para sugerir alimentos com base em restrições alimentares do usuário, como alergia e intolerância. Restrições ambientais, como embalagens de plástico, também podem ser consideradas nesse APP.

2. Supermercados sob demanda: 

As vendas on-line de alimentos explodiram em 2020 e devem chegar a 21,5% de todas as vendas de supermercados até 2025 (Mercatus, 2020).

Para atender essa demanda crescente, as empresas estão lançando novos serviços voltados para necessidades mal atendidas, como pequenas famílias e compras de produtos agrícolas.

Na China, por exemplo, o site de comércio eletrônico Pinduoduo tem como objetivo digitalizar as vendas de produtos agrícolas do país. Atualmente, apenas 5,9% são vendidas dessa forma (Credit Suisse, 2020). O braço agrícola do e-commerce, Duo Duo Farm, equipa os agricultores com ferramentas de Inteligência Artificial para ajudá-los a otimizar as colheitas e vender os produtos diretamente aos consumidores.

Na Holanda, o supermercado Albert Heijn lançou um serviço de entrega voltado para famílias de uma ou duas pessoas com pedidos mínimos reduzidos e sem custos de entrega.

Enquanto isso, a mercearia alemã Gorillas promete entregas em até 10 minutos, substituindo efetivamente o mercado de bairro pela entrega sob demanda.

3. Carne sem o uso de animais:

A agricultura celular – em que a carne é criada em um laboratório sem o uso de animais – ganhará visibilidade em 2021. Em dezembro de 2020, a administração de segurança alimentar de Cingapura aprovou a venda de nuggets de frango cultivados – que misturam frango moído cultivado em laboratório com proteína vegetal.

 Em Israel, a empresa de carnes SuperMeat de Tel Aviv está em fase de teste do frango moído cultivado em laboratório e espera a aprovação do governo em 2021.

 A holandesa Mosa Meat espera aprovação da União Europeia de sua carne moída ainda este ano, e pretende lançar o produto no mercado até 2022.

A empresa de biotecnologia de Israel Aleph Farms fez uma parceria com o braço de inovação em alimentos da Mitsubishi Corporation do Japão para acelerar o desenvolvimento de bifes cultivados.

4. Delivery Robótico: 

Os restaurantes estão se tornando digitais: a entrega on-line agora é uma indústria.

 A Neolix, empresa de Pequim, lidera a entrega com suas vans 5G de food service autônomas. Usados durante a pandemia para entregar alimentos no país, os veículos foram implementados no final de 2020 pelo grupo de fast food Yum China como pontos de distribuição de fast-food (sem contato) para suas marcas KFC e Pizza Hut.

 Os testes de robôs de entrega autônomos serão acelerados globalmente este ano. A empresa de tecnologia russa Yandex está testando bots menores e operados por smartphones para entregas de refeições em restaurantes no centro de Moscou.

 A empresa americana de delivery de restaurantes Postmates incentiva os moradores de West Hollywood a usar seus bots autônomos, isentando-os de taxas de entrega.

 Esses serviços se tornarão comum à medida que os restaurantes organizarem suas operações e incentivarem os clientes a fazer os pedidos on-line com entrega sem contato.

5. Embalagens Sustentáveis e Inteligentes:

A pandemia renovou a atenção sobre o desperdício de alimentos, com alguns consumidores reduzindo a quantidade de comida que jogam fora.

 O centro de pesquisas finlandês VTT desenvolveu uma embalagem reciclável usando casca de frutas cítricas e polpa de beterraba sacarina. Além desses materiais reduzirem a pegada ambiental do carbono em 50% (em comparação com o plástico), esses recipientes também oferecem uma barreira externa mais forte para aumentar a validade do produto.

 As embalagens, muito criticadas por criar excesso de lixo, agora poderão ajudar as famílias a consumirem os alimentos antes que percam a validade. A empresa sueca de tecnologia Innoscentia fez parceria com a empresa canadense de tecnologia Ynvisible Interactive para criar um rótulo digital que exibe um símbolo de marcação para indicar se um produto está fresco ou está perto de estragar.

6. Chef Kitchen Tech:

Em todo o mundo, 61% dos consumidores dizem que continuarão a cozinhar mais em casa pós-pandemia (GlobalData, 2020).

 Ferramentas inteligentes que agilizam as tarefas da cozinha serão vitais para ajudar os cozinheiros domésticos.

 A marca chinesa de eletrodomésticos Midea promete aos consumidores preparo de arroz ao gosto de cada cliente, com sua panela elétrica de arroz operada por IA. O aparelho mistura especiarias, feijão e vegetais que são preparados de acordo com tempos de cozimento específicos e preferências de gosto do usuário (registrados através de um aplicativo).

 A Sony lançou um conjunto de assistentes de cozinha movidos a IA para ajudar cozinheiros a buscar novidades e criar novas receitas, se conectando com chefs experientes e auxiliando em tarefas simples de cozinha.

 

Essas tendências listadas nesse artigo vão impactar muito em breve os consumidores do mundo todo. A indústria de alimentos e toda sua cadeia precisam estar atentas e acompanhar essas inovações, só assim poderão oferecer novos produtos e serviços com diferenciais a seus consumidores.  

A equipe REPENSE assina e se inspira diariamente na Stylus, plataforma global de tendências

 

Inspire-se e repense com a gente.

Receba os nossos artigos, novidades
e campanhas no seu e-mail e celular.

Enviado! E-mail cadastrado com sucesso!

Erro! Cadastro não realizado, tente novamente mais tarde.

RIO DE JANEIRO

Waze

R. Visconde de Piraja, 495, 11º andar Ipanema - 22410-002 - Rio de Janeiro - RJ
+55 21 2540 6020

Entre em contato com a gente