voltar

NOTÍCIAS & ARTIGOS

A comunicação de marketing na era do coronavírus.

A comunicação de marketing na era do coronavírus.

Por Luna Gutierres

MAI | 2020

Por Luna Gutierres

As últimas semanas foram difíceis para o mundo, à medida que navegamos em um novo “normal” em meio à pandemia do coronavírus.

Profissionalmente, a maioria de nós trabalha em casa com um cronograma indefinido de quando voltaremos aos nossos escritórios. Se você trabalha com comunicação e marketing, provavelmente está enfrentando interrupções nas campanhas devido a incertezas, como problemas na cadeia de suprimentos, mudanças na demanda e fechamentos de varejo, não saber o que comunicar, para citar apenas alguns dos muitos desafios que as empresas enfrentam atualmente.

Mas, para nós, não existe uma outra alternativa que não seja a de seguir em frente. Mesmo quando um evento de impacto como este parece estar consumindo a atenção de todos, você ainda precisa divulgar sua mensagem – mas faça isso de maneira sensível e ponderada. Nosso artigo deste mês enumera alguns passos para garantir uma boa presença da sua marca no ecossistema digital.

Mas, antes de tudo, você precisa planejar sua presença digital, e quanto melhor você planejar, maior será o seu potencial para impactar os negócios. Isso vai te ajudar no processo de inovação de marketing em diferentes níveis: da marca, do produto, de serviços e da Comunicação.

O primeiro passo começa pela identidade. Toda marca tem introjetada sua identidade. Mas como identidade é algo que se constrói caminhando o tempo todo, chegou a hora de cada marca repensar o seu estar no mundo, assim como nós, seres humanos, certamente estamos fazendo. É importante que sua voz seja ouvida e sua postura seja esclarecedora para o público em relação aos passos imediatos que você está tomando para lidar com esta crise.

O segundo passo é a presença nas mídias sociais. As mídias sociais convocam as marcas para uma atuação o tempo todo. A atuação do momento é a prestação de serviços. Você precisa definir de forma estratégica o que comunicar e como comunicar. Agora, é sabido que existem momentos que o melhor negócio é não fazer negócio e se você concluir que este é o seu caso você pode usar a criatividade e encontrar parceiros ou influenciadores que possam te ajudar nesta jornada, desenvolvendo conteúdos que sejam relevantes para sua audiência.

Recentemente, o Think with Google apresentou os primeiros sinais dos novos comportamentos e demandas das pessoas. Um exemplo: as buscas no search relacionadas ao termo "em casa" cresceram 123% no Brasil em comparação ao período anterior à quarentena. Vídeos relacionados à saúde mental, canais de notícias com conteúdos ao vivo e discussões sobre a economia local e global têm ganhado cada vez mais força.

Outro passo importante é investir no social CRM. Falar com quem conhecemos é aplicar a “Lei de Pareto” para se obter um bom resultado na comunicação. Segmente a sua base de dados diferenciando os clientes por valor e por necessidades e personalize o atendimento, a comunicação, o produto e tudo mais que você puder.

Evite a exposição excessiva e sem relevância. É o momento de uma presença social equilibrada e que demonstre o melhor que a sua marca pode fazer neste momento.

Não esqueça que tão importante quanto saber o que fazer é também saber o que não fazer. Evite fazer algo somente porque o seu concorrente está fazendo. Faça somente se isso contribui para a relação da sua marca com o seu consumidor. É hora de desenvolver uma forte relação emocional com o seu público e imitar o concorrente pode não ajudar.

Jamais faça brincadeira sobre a situação atual. À medida que mais e mais pessoas ao redor do mundo são afetadas, o humor não é apenas de mau gosto, mas é provável que você afaste uma boa parte do seu público-alvo.

O neuromarketing nos ensina que temos aversão à perda e este mecanismo funciona muito bem em situações normais, mas o momento atual é proibitivo. Uma coisa é usar um senso de urgência para vender seu produto ou serviço, mas outra coisa é usar táticas de intimidação. Por exemplo, não estimule as pessoas a comprarem um kit de primeiros- socorros com uma mensagem como: "Só restam dois! Não arrisque a saúde de sua família!" Em vez disso, concentre-se no benefício de ser proativo e preparado, estocando suprimentos médicos. Verifique se o ângulo e o tom da sua comunicação refletem as preocupações atuais e os pontos problemáticos de seu cliente sem capitalizar sua ansiedade.

Fique atento aos insights que podem surgir de onde você menos espera. Encare todos os momentos de contato com seus públicos estratégicos como oportunidade de geração de ideias. Mais uma vez, o tom e o momento de cada campanha é fundamental. Como o vírus está impactando a vida das pessoas, em todo o mundo, os profissionais de marketing devem se comunicar de maneira respeitosa e reflexiva e sempre devemos ter em mente que “a seleção natural de uma marca acontecerá por nível de relevância. A vida exigirá dela verdade, autenticidade, propósito e consciência.”

Inspire-se e repense com a gente.

Receba os nossos artigos, novidades
e campanhas no seu email e celular.

Enviado! E-mail cadastrado com sucesso!

Erro! Cadastro não realizado, tente novamente mais tarde.

RIO DE JANEIRO

Waze

R. Visconde de Piraja, 495, 11º andar Ipanema - 22410-002 - Rio de Janeiro - RJ
+55 21 2540 6020

Entre em contato com a gente